Álvaro Siza Vieira

Álvaro Siza Vieira

Álvaro Siza Vieira

Álvaro Siza nasceu em Matosinhos em 1933. Tem escritório na cidade do Porto. Estudou, entre 1949 e 1955, na Escola Superior de Belas-Artes do Porto, onde lecionou, de 1966 a 1969, voltando em 1976. Foi muito marcado, no início da sua carreira pelo arquitecto Fernando Távora, com quem partilhou escritório entre 1955 e 1958. Os críticos costumam apresentar o trabalho dos arquitectos Adolf Loos, Frank Lloyd Wright e Alvar Aalto como seus principais inspiradores. Mas muito cedo criou a sua própria linguagem, marcada não apenas pelas referências modernistas internacionais como também pela tradição construtiva portuguesa. As suas primeiras obras de nomeada foram a Casa de Chá da Boa Nova e a Piscina das Marés em Leça da Palmeira. Normalmente atribui-se ao Prédio Bonjour Tristesse, em Berlim, o início da sua afirmação internacional.

Álvaro Siza Vieira marcou enormemente a história da arquitetura portuguesa e internacional, influenciando várias gerações de arquitetos. Destacam-se entre as suas obras mais emblemáticas, além das citadas, o Museu de Serralves, a igreja de Marco de Canaveses, O Pavilhão de Portugal para a Expo 98, o museu da Fundação Iberê Camargo (Porto Alegre, Brasil). Nos últimos 10 anos as suas obras mais importantes foram construidas no Oriente, sobretudo na Coreia do Sul e na China. Ganhou os principais prémios de arquitectura, em Portugal e no mundo, destacando-se o Prémio Pritzker que lhe foi atribuido em 1992.